O que é Acupuntura?

A Acupuntura trata as doenças por meio de agulhas, que inseridas em determinados lugares do corpo (pontos de Acupuntura) estimulam o aumento do fluxo da energia Ki, e aplicando certos meios de manipulação, pode curar uma enfermidade, isto é, reequilibrar o órgão ou área em desequilíbrio.

A Acupuntura Chinesa tem, demonstrado nos últimos 5.000 anos, sua eficiência nos tratamentos de alívio das dores em geral (tanto crônicas como agudas).

Acupuntura tem contra-indicação?

Acupuntura é efetiva e cientificamente comprovada, constituindo-se como um método terapêutico. Nas mãos de pessoas inabilitadas, incapazes de um diagnóstico preciso e de uma indicação adequada para o tratamento, pode agravar as doenças pré-existentes ou desencadear o aparecimento de outras.

Acupuntura dói?

Os pontos de Acupuntura são locais do corpo com muitas terminações nervosas, e mais sensíveis. Quando o organismo está com suas energias em desequilíbrio, surgem os distúrbios internos, as doenças, e os pontos podem ficar dolorosos. Mas, a aplicação das agulhas é perfeitamente suportável. Algumas pessoas não chegam a sentir nada.

Quem se beneficia com acupuntura?

Todas as pessoas que sofrem de diversos tipos de dores. Além disso, a Acupuntura é eficaz nos casos de estresse, ansiedade, depressão, insônia, enxaqueca, impotência, alterações menstruais ou hormonais. Os tratamentos também são eficientes em problemas imunológicos, por tornar o organismo mais resistente às infecções.

A Acupuntura pode ser outra boa opção para tratamentos de traumas e doenças reumáticas como, artrites e para os casos daqueles que sofrem de sintomas indefinidos e não conseguem alívio com os recursos e terapias convencionais.

A avaliação energética é realizada através do relato do cliente, momento em que o terapeuta é um ouvinte atencioso a cada informação que lhe seja passada, seguido este diálogo do exame da língua, da palpação do corpo, da análise do pulso radial, e avaliação do estado geral, e da fisiognomonia.

Como a técnica é feita?

A técnica em si consiste em estimular certas regiões anatômicas, como já dissemos denominados pontos de acupuntura. Os pontos de energia podem ser ativados por estímulos físicos tais como: Dedo, esfera metálica, calor, eletricidade, magnetismo, cor, laser, esparadrapo e agulha, que ainda é o instrumento mais conhecido, simples, prático e quase indolor, visto que as agulhas de acupuntura são muito finas e a introdução na pele é feita através de técnicas especiais, permanecendo no corpo por um período médio de 20 a 40 minutos.

Além do corpo físico, os acupunturistas consideram a existência do Ki (energia), que circula através de canais invisíveis chamados meridianos, os quais formam uma rede interligando os pontos de Acupuntura, os órgãos, os tecidos e todas as células. As doenças são observadas e analisadas como disfunções energéticas onde o Ki (energia) não circula fluentemente pelos meridianos, surgindo então áreas congestionadas com excesso, e outras deficientes.

Qualidade no atendimento.

As sessões podem ser uma ou duas vezes na semana de acordo com a avaliação do profissional.
São utilizadas outras técnicas durante a sessão do tratamento: ventosaterapia, moxabustão, eletroacupuntura e auriculoterapia.
A FISIO DE LUMA trabalha com agulhas descartáveis, utilizando apenas uma vez as agulhas no paciente, descartando-as em recipientes aprovados pela Vigilância Sanitária.



Desenvolvido por Seven Soluções